Retenção de líquidos: como acontece?



Retenção de líquidos é o inchaço de alguma parte do corpo. Pernas inchadas no final do dia, com marcas da pressão feita pelas meias ou sapatos é o sinal clássico desse problema.

O inchaço ocorre pelo extravasamento de um líquido (pobre em proteínas do sangue) que sai dos vasos sanguíneos e migra para o tecido subcutâneo. O líquido dá o aspecto inchado e brilhante da pele.

Existem várias causas para esse problema. Variações da pressão sanguínea regional, quantidade de proteínas no sangue, quantidade de sais disponíveis no corpo, sedentarismo, ação da força da gravidade.

Outras alterações relacionadas a retenção de líquidos são:

  • Uma dieta rica em sal nos faz beber muita água e não urinar. O sódio retém água ou propicia movimentos de água anormais. É sempre aconselhável reduzir a ingestão de sal, especialmente durante a menstruação.
  • Problemas renais, cardíacos ou hepáticos.
  • Doenças da tireoide que provocam um tipo específico de edema.
  • Anti-hipertensivos que podem alterar a permeabilidade dos vasos sanguíneos.
  • Reações alérgicas alteram a capacidade dos vasos de manterem-se competentes contra o extravasamento líquido.

As alterações no organismo não são as únicas responsáveis pela retenção de líquidos. Postura errada, passar muito tempo sentado ou em pé, modismos, clima e gravidez também colaboram com o problema.

Confira como atua cada um desses elementos:

Ficar muito tempo sentado

A fisioterapeuta Luciana Segantin explica que as contrações no músculo da panturrilha são responsáveis pelo retorno dos líquidos do corpo para o tronco. O inchaço acontece porque o bombeamento não é feito corretamente.

O que fazer? Levante-se a cada meia hora e ande por alguns minutos. Mantenha a coluna sempre reta, beba bastante água para os rins funcionarem corretamente e faça uma massagem nos pés. Coloque um pé sobre a coxa da outra perna, massageie o pé movimentando-o para frente e para trás, ensina Luciana Segantin.

Ficar muito tempo em pé

Essa causa tem relação direta com a força da gravidade. O inchaço nas pernas, tornozelos e a sensação de peso acontecem porque os líquidos corporais, que circulam através do sangue e da linfa vão para a extremidade das pernas e não conseguem subir.

O que fazer? Mudar de posição, sentar-se ou caminhar um pouco. Caso não seja possível, use meias de compressão – elas ajudam a melhorar a circulação.

Tempo quente

No calor, os vasos sanguíneos ficam dilatados. A quantidade de líquido que sai para o espaço entre as células aumenta. Este mecanismo de defesa abaixa a temperatura corporal interna, para ajudar a suportar a temperatura mais alta.

O que fazer? O ideal é ficar em ambientes climatizados, porém, nem sempre isso é possível. Uma dica é inclinar ligeiramente a cama com uma ou dois livros, para que os pés fiquem mais altos que a cabeceira – o sangue circula com mais facilidade. Se não conseguir dormir assim, coloque as pernas em cima de algumas almofadas. Faça isso também quando estiver lendo ou assistindo televisão.

Roupas muito justas

Roupas muito justas dificultam a circulação, especialmente em viagens longas de avião. Meias e roupas íntimas também estão inclusas.

Salto alto

Um salto 15 deixa qualquer mulher super poderosa, porém, a panturrilha fica tensa e não consegue bombear os líquidos corporais. Um salto cinco pode não ser tão elegante, em compensação, não causa problemas.

O que fazer? Use sapatos com altura intermediária e fuja dos bicos finos, pois, eles pressionam as pontas dos pés. Mulheres que precisam usar salto alto o dia inteiro podem trocá-los no caminho do escritório, de volta para casa e no horário do almoço.

TPM

O aumento da progesterona retém líquidos. Seios e barriga são os locais que ficam mais inchados durante a tensão pré-menstrual.

O que fazer? Pesquisas revelam que o consumo regular de vitamina E e ácido gamalinoleico reduz o inchaço, contudo, ainda não está claro como as substâncias agem. Elas são vendidas em forma de cápsulas. As castanhas, nozes, gérmen de trigo, semente e óleos vegetais são fontes naturais de vitamina E. Óleo de linhaça e prímula são ricos em ácido gamalinoleico.

Anticoncepcional

O ginecologista Hugo Maia Filho informa que a retenção de líquidos é equivalente à dosagem hormonal do contraceptivo. Atualmente, os anticoncepcionais possuem no máximo 15 microgramas de estrogênio por dose. Na primeira geração, eles tinham aproximadamente 80 microgramas.

O que fazer? Caso a pílula que você esteja usando possua alta dosagem hormonal, pergunte ao seu ginecologista. Os anticoncepcionais mais recentes têm substância diurética, para evitar o inchaço.

Diagnóstico

O médico pede exames de sangue para dosar a quantidade de proteínas e sais. Também são realizadas avaliações cardíacas, hepáticas, renais, tireoidianas, imunológicas. Exames para analisar as veias e artérias próximas ao local mais atingido pelo inchaço também ajudam no diagnóstico da retenção de líquido.

A síndrome nefrótica (ou nefrose) é a perda de proteína na urina, associada aos baixos níveis de proteínas no sangue. A nefrose aumenta o colesterol no sangue e a retenção de líquidos.

Mulheres x Retenção de líquido

Muitas mulheres alegam que não perdem peso porque retém líquidos. Para compensar isso tomam diuréticos. Se você também faz parte desse tipo, leia esse artigo com muita atenção.

Nosso organismo tem um sistema que controla a água. Ele evita o desequilíbrio e a sede é o sinal que algo está errado. Porém, quando esse sistema está negativo, nós não sentimos sede. Nossos rins complementam o trabalho desse sistema.

Quando estamos hidratados, os rins garantem que a urina seja aquosa e concentrada ou uma urina escura quando o volume de água não for adequado.

Para completar esse sistema de controle da água, eliminamos aproximadamente um litro de água nas 24 horas através da perspiração (água perdida em forma de vapor ao falar), no calor essa quantidade aumenta.

A menstruação tem relação com a retenção de líquidos, devido às alterações hormonais nesse período.  O hormônio progesterona é responsável por esse problema que acontece na semana que antecede a menstruação.

A retenção encharca os seios, abdome e pelve. Caso não houver fecundação, a brusca queda de hormônios elimina os líquidos retidos.


O uso de diuréticos não é recomendável, porque a perda de água não é natural, provocando desidratação celular e perda de peso.

Se os rins, coração e fígado funcionam corretamente, a retenção de líquidos é um acontecimento comum do ciclo menstrual. Antes de adotar qualquer medida, a fim de eliminar a suposta retenção, procure orientação médica.

Excluídos os problemas renais, a retenção de líquidos é um problema fácil de ser resolvido. É preciso adotar novos hábitos comportamentais e alimentares. São dicas simples que garantem mais qualidade de vida:

  • Beber água: Muita gente não toma os dois litros recomendados diariamente. A água torna-se ainda mais potente contra a retenção de líquidos se ingerida com a infusão de pepino e salsa.
  • Elimine o sal e a gordura: Invista em uma dieta rica em potássio, maçã, pêra, banana, abóbora, beterraba cozida e tofu, são alimentos ricos nesse mineral.
  • Consuma alimentos diuréticos: Melancia, tomate e pepino.
  • Ingerir alimentos ricos em água: rabanete, nabo, couve-flor, melancia, morango, melão, abacaxi, maçã ou cenoura.
  • Fazer exercícios físicos: Escolha os que estimulam as extremidades inferiores, como a natação, por exemplo.

Além dessas dicas, outra medida fácil (e gostosa) são os sucos anti-inchaço. Existem várias receitas, e nós vamos mostrar para vocês algumas receitas:

 Morango com água de coco

O suco hidrata e tem antioxidantes que combatem o inchaço.
Modo de preparo: bater no liquidificador 2 fatias de abacaxi, 4 morangos e 200 ml de água de coco. Beba imediatamente sem coar.

Ameixa com abacaxi e linhaça

O abacaxi é diurético, a linhaça e ameixa preta facilitam a digestão, combinação perfeita.
Modo de preparo: bater no liquidificador 1 ameixa preta seca, 3 folhas de hortelã, 2 fatias de abacaxi, 1 colher de sopa de semente de linhaça e 200 ml de água. Consuma fresco.

 Melancia com limão e canela

A melancia é super diurética, o limão e a canela são termogênicos, ou seja, aceleram o metabolismo e a eliminação de toxinas.
Modo de preparo: bater no liquidificador uma fatia de melancia sem caroço, 1 colher (chá) de canela em pó e 1 limão espremido.

Morango com abacaxi e couve

O morango é antioxidante, o abacaxi e a couve desintoxicam o organismo e eliminam toxinas.
Modo de preparo: bata no liquidificador 1 folha de couve, 6 morangos, 1 fatia de abacaxi e complete com 200 ml de água. Beba fresco e sem coar.

Frutas com erva-cidreira

Os ingredientes agem diretamente na redução do inchaço e na eliminação de toxinas.
Modo de preparar: bata no liquidificador 200 ml de chá de erva-cidreira frio, 6 morangos e o suco de dois limões. Adoce a gosto e beba gelado.

Maçã com salsão

As fibras da maçã facilitam a digestão, o limão acelera o metabolismo e o salsão ajuda a eliminar toxinas pela urina.
Modo de preparar: bater no liquidificador 2 maçãs picadas com casca, 2 talos de salsão picado em pedaços pequenos e o suco de um limão. Beba sem coar.

Outra boa dica para que ajuda a combater a retenção de líquidos são as sopas.

Uma com abóbora, aipo e tomate é ótima porque são alimentos diuréticos. Confira a receita:

Ingredientes:

  • 1 cebola grande
  • 1 alho francês
  • 4 tomates
  • 1 abóbora
  • 1 talo de aipo (com folhas)
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Cebolinha

Modo de preparo:

Corte os legumes em cubinhos. Coloque em uma panela e cubra-os com água. Cozinhe os legumes até ficarem macios. O aipo tem sabor forte, por isso, não é necessário acrescentar sal. Adicione azeite e salpique a cebolinha

O cardápio que apresentaremos a seguir complementa os sucos. Os produtos são fáceis de serem encontrados e também são deliciosos. Anotem o cardápio e tentem colocá-lo em prática ainda hoje, mas, atenção, ele deve ser consumido por dois ou três dias no máximo.

Cardápio Anti-inchaço

  • 2 fatias de pão de forma integral
  • 1 fatia de ricota temperada com ervas e orégano
  • 250 ml de suco de melancia + água de coco + limão. Quantidade dos ingredientes do suco a gosto

Lanche da manhã:

  • 1 xícara de chá verde + chá branco

Almoço:

  • Salada de alface, pepino e brotos (feijão, alfafa) à vontade, com 1 colher de chá de azeite extra virgem
  • 3 colheres s de sopa de arroz integral
  • 1 filé de salmão ao forno com raspas de laranja
  • Sobremesa: 2 fatias de abacaxi com raspas de limão

Lanche da tarde:

  • 300 ml de suco de maçã + água de coco + gengibre + farinha de linhaça dourada. Bater os ingredientes no liquidificador e coar. Quantidade de ingredientes no suco a gosto.

Jantar:

  • Mix de folhas verde (alface, rúcula, mostarda, agrião) à vontade com 1 colher de chá de azeite extra virgem
  • Filé de frango empanado com flocos de aveia ao forno.
  • Sobremesa: 1 fatia de melão

Ceia:

  • 1 xícara de chá de hibisco

Converse com o seu nutricionista antes de embarcar em qualquer dieta! 

Hoje explicamos o que é retenção de líquidos, suas causas e o que fazer para revertê-la. Mais do que apresentar receitas, nosso principal objetivo é fazer vocês repensarem hábitos.

Consumir sal em excesso, puro, ou na forma de enlatados, conservas, embutidos e sopas industrializadas além de reter líquidos, favorece o surgimento do colesterol.

Experimente substituir o sal por ervas aromáticas como salsinha ou orégano, o resultado é o mesmo e fica ainda mais gostoso.

Beber água é fundamental!  Combate a retenção de líquido e promove o bom funcionamento do organismo como um todo.

O recomendável é ingerir de 1,5 a 2 litros por dia. Leve com você uma garrafinha e vá repondo ao longo do dia. Sucos, chás e frutas como a melancia e o abacaxi também auxiliam na reposição de líquidos.

Roupas justas e salto alto deixam as mulheres mais sensuais, porém, comprometem a circulação sanguínea. Para as mulheres que precisem usar salto o dia inteiro, o ideal é levar um sapato com salto mais baixo. Este deverá ser usado no trajeto para o trabalho, ida e volta do almoço e no trajeto de volta para casa.



Comentar

16 − 8 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.